Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de abril de 2014

O VERDADEIRO COMEÇO DA TRAIÇAO


Olá pessoal!!! Faz algum tempo atrás eu publiquei 2 contos onde contava minha primeira experiencia extra conjugal…mas na verdade aquela não foi bem a primeira. Eu estou a tempos querendo escrever essa iniciação, mas ainda sumida por alguns problemas já resolvidos…rs No conto que se segue vou contar a minha iniciação… Para lembrar, meu nome é Franciele, hoje com 26 anos, 1,68 e 59kg. Tenho cabelos castanhos e olhos castanhos claros, mestiça de oriental (japones) com italiano. Meus seios são médios e pontudos e um bumbum empinadinho, sendo essa a caracteristica mais marcante do meu corpo.Eu malho bastante desde os 17 e tenho o corpo bem definido (e adoro malhar..hihihi). Bom, no começo quando iniciei meu namoro Jeferson ainda estavamos na faculdade e apesar de já ter 18 anos, tinha ficado com poucos meninos,pois era um pouco timida e também esperava a pessoa certa. Começei namorar o Jê e depois de 1 ano e meio de namoro acabou acontecendo minha primeira vez. Minha primeira vez foi otima, apesar de que eu não sabia fazer nada direito ainda…rs…Mas foi otimo pela primeira vez se sentir penetrada, apesar daquela dorzinha da primeira vez. Sentir aquele pau escorregando para dentro. Com o tempo comecei a tomar anti-concepcional e começamos fazer toda vez sem preservativo, e nossa, como adoro fazer sem preservativo, adoro sentir no final o caldinho quente dentro de mim. No começo do namoro até uns 3 anos de namoro, o Jê era bem ciumento, mas com o tempo foi melhorando, e eu comecei a me soltar mais, tanto em roupas quanto em conversar mais. Para vocês terem uma ideia no começo eu só ia na academia de bermudinha no maximo, mas depois passei a usar calças legging com blusa amarrada e depois de um tempo, ia já só com a calça e uma blusinh justinha. Nessa epoca foi quando comecei a gostar de me vestir mais sensual, comecei primeiro usando calça Jeans bem justinhas, depois passei a usar calças não Jeans de tecido molinho justinhas e vestidos desse mesmo tecido, até então passar a usar fio dental com essas roupas e chegando ao legging justinho.O Jê no começo ficou com um pouquinho de ciumes, mas com o tempo começou a adorar esse meu pequeno exibicionismo. Para uma mulher isso também é otimo, afinal que mulher não gosta de se sentir desejada pelos homens? Não que ela tenha que transar com todos os homens, mas se sentir assim eleva a auto-estima, a moral. As mulheres sabem do que eu falo, apesar de muitas não confessarem. Foi então que o Jê acabou tenho aquela sorte que já descrevi e nos casamos, mas ele sempre andava muito ocupado com seu novo trabalho. Nessa epoca eu ainda não tinha um personal, mas frequentava muito uma academia em um shopping e com o meu jeito de me vestir mais sensual, acabava atraindo muitos olhares, principalmente porque adoro usar vestidos levinhos com fio dental e calça legging e fio dental, que exaltam bem meu bumbum.rs. Foi nesse shopping que um homem acabou chegando em mim, dizia que estava encantada por mim e tudo mais e se apresentou…Bruno. Eu não dei bola, apesar de bonito, vestido de terno eu disse que era casada e me retirei. Eu não o encontrava todos os dias, mas toda vez que o encontrava ele vinha falar comigo, então acabei me soltando um pouco e conversava com ele. Como eu adorava provocar ele, começei a me vestir cuidadosamente, comprei mais algumas calcinhas fio dental, vestia cuidadosamente uma (adorava uma azulzinha estilo tanguinha…rs) e vestinha minha legging justinha, deixando todo meu bumbum bem definido para quem quisesse olhar. Um certo dia, nos encontramos e acabamos indo dar uma volta, descobri que ele era de Curitiba e vinha a SP a negocios. Ele ia sempre me bajulando, até me convencer a ir no seu hotel e acabei cedendo. Chegando lá ele me abraçou, passou a mão na minha bundinha por cima da legging e me beijava profundamente. Nossa…como era bom sentir outro homem! Eu amo muito meu marido, mas isso foi otimo, não era amor, era tesão! Ficamos um bom tempo nos amassos, ele apalpava meu bumbum todo, era damais, porém quando ele ameaçou tirar alguma roupa minha, eu recuei, bateu um arrependimento e sai…depois disso pensei muito e vi que não era amor, só sexo…então porque não me satisfazer? O tempo passava e a duvida me atormentava, até um dia que eu estava no shopping de vestido branco, meia 7/8 brancas com cinta liga (não ia na academia nesse dia) e encontrei o Bruno de novo…fomos almoçar e nossa, como ele era cativante. No almoço já não resistindo, me insinuava até que partimos para o hotel. Chegando lá, ele me abraçava, me beijava, disse que era doido por mestiças, ainda mais com um bumbum igual ao meu e foi subindo meu vestido e revelando minha bundinha no fio dental…deixei ele passar a mão e quando viu que eu estava de 7/8, cinta liga e salto alto foi a loucura! Depois disso, ele foi abaixando minha cabeça e abriu seu ziper, nossa, era a primeira vez que via um pau se ser do meu marido! Era maior um pouco que do meu marido, mas o melhor era a cabeça dele, grande…comecei a chupar, adoro chupar aquele caldinho que sai mesmo antes dos homens gozarem…que delicia…adoro sugar esse caldinho da cabecinha. Então depois disso ele foi ficando louco de tesão (e eu também…minha xaninha pingava) ele foi me empurrando para cima de uma mesa, abaixou a alça do meu vestido e mamava em meu seio. Após isso foi abaixando minha calcinha e revelando minha xaninha, com os pelinhos bem aparados. Então ele começou a me chupar, me colocou sentada na mesa e enfiava a lingua na minha xaninha…que delicia que era. Até que chegou o grande momento, ele abaixou a calça social e começava a pincelar seu pau na minha xaninha…e eu disse para ele…vá com calma, só transei até hoje com meu marido. Nessa hora ele ficou com mais tesão ao saber que só tinha sido de um homem até esse dia e começou a me penetrar, nesse monmento que pensei, agora não fui penetrada apenas por um homem…e como Bruno era bom, penetrou primeiro a cabeça do pau até que foi enfiando devagar tudo, até suas bolinhas bateran por baixo no meu bumbum, que tesão essa hora,eu ali com outro homem me penetrando, e sem camisinha! Ele me segurava mepo bumbum e me penetrava e eu ali com as pernas abertas, de cinta liga e salto algo. Depois de inumeras gozadas minhas, ele gozou dentro da minha xaninha, me inundando, noooossa, que delicia sentir porra de outro homem dentro de mim…nessa hora demos um tempo até ele falar que queria mesmo comer minha bundinha. Eu estava entregue e não resisti…ele me virou de costas, de pau duro novamente passava o pau na minha xadinha, molhava na sua porra e depois passava pelo meu bumbum. Ele dizia no meu ouvido que queria abusar da minha bundinha…entaõ apertava ela, lambia meu cuzinho e esfregava seu pau com porra. Com isso ele ia lubrificando meu cuzinho com sua propria porra,até que então começou a pene trar meu cuzinho…nossa…que delicia, eu adoro sexo anal também. Então ele foi me penetrando até suas bolas baterem na minha xaninha. E lá estava eu, me vendo em pé, de vstido erguido, cinta liga e um pau de outro homem enfiado no meu cuzinho…era demais…me sentia mulher…femea…então ele começou a bombar e foi acelerando, até que enfiou bem fundo e começou a gozar dentro do meu cuzinho…eu fui a loucura ao sentir aquele porra quente me inundando novamente. Ele ficou um tempo dentro de mim por que disse que queria deixar até a ultima gota de lembrança…rs. Após isso ele disse que estava maravilhado com meu bumbum…rs. Eu coloquei a calcinha, arrumeu meu vestido mas não limpei minha xaninha nem cuzinho, nos despedimos e fui para casa…no caminho apra casa sentia a porra dele escorrendo, inundando minha calcinha e um pouco as pernas…em casa tirei a calcinha e deixei escorrer…era uma sensação incrivel que acabei tocando uma siririca com minha xaninha e cuzinho cheios de porra…
Bom…meu marido nem notou nada…e ela foi a verdadeira iniciação e aí que eu vi que apesar de amar meu marido, precisava me satisfazer…
Beijinho a todos e se quiserem podem escrever que tentarei responder a todos. franciele.smile@gmail.com

2 comentários: