Total de visualizações de página

terça-feira, 17 de outubro de 2017

SE O MACHO FOR NEGRO E CACETUDO SUA ESPOSA JÁ ERA 5


Pedrão macho negro de 56 anos, com cacete de cavalo, que na tarde anterior havia alucinado minha esposa Giselle, loira de 48 anos, em nosso leito conjugal, poderia entrar a qualquer momento pela porta de nossa casa. A ansiedade de minha esposa tinha chegado ao limite, andando pela sala de casa, totalmente nua, com apenas uma camisolinha que mal cobria as polpas de sua bunda, o que realçava ainda mais a largura de seu quadril, o volume dos seus seios e a beleza magistral de suas coxas brancas ,lisas e macias.
Nessa hora conforme minha esposa já tinha recebido ordens do seu macho, eu já devia estar longe dali, eles queriam privacidade total, para se entregarem um ao outro de forma ampla total e irrestrita, sem nenhum tipo de interferência por menor que fosse, porém de tanto pedir e implorar pra minha esposa e garantir que minha presença não seria notada de forma alguma pelo macho, ela cedeu e deixou-me ficar em casa, que eu instalasse escutas em nossa suíte, e acabou deixando também que eu pudesse ver a entrada do negro em casa, de uma forma que ele não me visse, e após a ida deles a suíte para lá se trancarem, eu me trancaria no quarto ao lado e de lá só sairia quando ela fosse lá me liberar...
Com o coração aos pulos ouvimos a campainha da casa, da biblioteca eu podia ver boa parte da sala sem ser visto, vendo minha esposa daquela forma tão linda e sensual dirigir-se à porta para receber seu macho, tive uma ereção imediata, o negro entrou, estava de camiseta leve, um short bem largo, e um tênis regata, imediatamente minha esposa foi de encontro à ele e seus corpos se apertaram, suas bocas se colaram num beijo ardente e apaixonado, ele se afastou um pouco e olhou minha esposa dos pés à cabeça, notou a nudez total sob a camisolinha, as formas arredondadas de sua ancas largas, a sedosidade e a maciez de suas coxas, e comentou : " que loucura !!!! Você está linda....totalmente fêmea....sem estar completamente nua se apresenta toda disponível e acessível....você terá tudo o que de melhor um macho pode dar à sua fêmea....quero chegar a todos os teus limites.."
Alucinado de tesao vi Giselle meiga e submissamente encostar uma lateral de seu rosto no peitoral do macho, sua mãozinha procurou a virilha do negro, ao contato com o enorme tarugo e as bolas reprodutoras do negro, seu corpo tremeu, ela balbuciou chorosa : "desde o momento que você deixou nosso quarto ontem sinto um vazio enorme, um desejo alucinante de sentir a dor e o prazer supremo que me proporcionou várias e várias vezes...tua posse é tão dificultosa e intensa que me enlouquece....me faz te querer a toda hora "
Mintas pernas até fraquejaram de tanto tesao, a entrega de minha esposa seria total naquela tarde...
Não sei se propositalmente ou não, para que eu pudesse ver as dimensões totais da macheza do negro, ela ajoelhou rendida diante do macho, baixou o short dele e pude ver o maior cacete que jamais vira, já em plena ereção era completamente descomunal, longo, grosso, poderosíssimo...Giselle pegou com uma das mãos na base e com a outra logo a seguir ,ainda sobrou um cacete bem maior e muito mais grosso que o meu, ela tentou ,sem sucesso, abocanhar a glande da largura de uma pequena maçã...nessas alturas Pedrão assumiu as rédeas dizendo....: "vamos meu amor....o lugar de você ser galada pelo teu macho é naquela cama onde o corno nunca te fez gozar como você merece...é lá que você tem que ser totalmente tomada...que você vai ser entupida de cacete e de porra,...que vai te viciar a não ficar mais sem teu útero e tua barriguinha cheia de porra de negro que você vai querer saborear e engolir sempre..."
Abraçados e se roçando um no outro, foram deixando suas roupas pelo caminho, completamente nus, entraram para a suíte com suas bocas grudadas num beijo longo .....a porta foi trancada,....rápido me desloquei cuidadosamente para o quarto ao lado também trancando a porta, e coloquei o fone no ouvido para pelo menos escutar, já que eu não poderia ver...
As cenas que presenciei, e as palavras que minha esposa e seu macho tinham pronunciado ainda repercutiam em minha mente.
Mas dentro do nosso quarto e sobre nosso ex leito conjugal, começava mais uma tarde de sexo, com certeza seria bem mais quente que da primeira vez, na tarde anterior, eles agora sabiam exatamente o que queriam e onde tentariam chegar....Comecei a escutar, Giselle já gemia chorando de dor, resmungou :
"Parece ainda maior que na primeira vez, está me alargando toda".
- Está maior sim, até doendo de tão duro....você é a mais linda e deliciosa mulher que já tive-
"Ahhhh...você diz isso pra todas....mesmo assim estou feliz....ahhhss está me alargando mais "
-Não diminua o teu desejo....mas mantenha calma....precisa relaxar bem teus músculos vaginais...ainda não chegamos nem até onde fomos ontem... to' ....toma mais cacete de macho toma....-
"Uhhhmmmm,tá tomando mais fundo.....a glande tocando o fundo....ahhhss tá vindo gozo....ahhhss continua ,assiiimmmm, pressão no fundo....ahhhhhsss vindo mais gozo....mais outro...."
-Maravilhoso foder você...bem cadela....bem submissa.....goza bem gostoso....ensopa a cabeça do cacete atolado dentro, no fundo.....desde que pus meus olhos em você imaginei e acertei que seria assim....uma fêmea multiorgasmica.... sem limites para o gozo...-
"Simmm, simmmm, mas é só com você....só pra você....nunca tive dois orgasmos seguidos com ninguém...você me toma toda....me possui forte...me impõe dor e sofrimento, mas proporciona gozos que me alucinam.."
-bom que gosta da dor da posse do macho...cada vez tenho mais certeza que você é a fêmea que sempre procurei....tá ensopada com teus gozos....toma mais um pouco de cacete no fundo....assiiimmmm gostosa geme,...chora no cacete do teu macho porque vou entrar mais fundo e entupir teu útero de porra...porque é isso que você mais quer e merece...vai ...vamos.. pede o que quer....pede que minhas bolas estão doloridas, inchadas daquilo que tanto necessita-
"Eu peço,....eu imploro...eu suplico....ejacula...no útero...despeja...descarrega...esvazia tua carga enorme de porra em mim...que é pra isso que eu quero viver de agora em diante....ahhhhss tá enchendo o fundo....ahhhss tá vindo gozo outra vez...mais gozos....muitos gozos.... Assiiimmmm, esporra tudo ....enche tua fêmea meu cavalo reprodutor....impõe tua poderosa macheza negra no meu corpo branco submisso..."
Só escutando essas coisas no quarto ao lado me esporrei todo quase sem precisar mexer no meu cacete...
A tarde continuou cada vez mais intensa..

Nenhum comentário:

Postar um comentário