Total de visualizações de página

sábado, 21 de junho de 2014

MEU VIZINHO DESCOBRIU MINHA ESPOSA 1


Sou Clovis,tenho 34 anos,magro,60 Kg e pequeno,1,68m,sou casado com Giselle,branca,cabelos pretos,tambem magra,tem 1,64 de alt. e pesa 50Kg,ela não é bonita,seu corpo não chama a atenção,nem a beleza do seu rosto,nossa vida sexual havia caido numa rotina, nunca fui muito ativo sexualmente e ultimamente faziamos sexo a cada 10 ou 15 dias,minha esposa tambem não ligava muito,a até nosso relacionamento, porisso, esfriou um tanto. Moramos numa casa terrea geminada com outra, eu mesmo construi as duas,numa moramos e a outra alugamos,há dois anos, para um negro solteiro de 46 anos,o James,que trabalha como segurança numa empresa próxima de onde moramos.James é um negro forte,tem 1,88 de altura,não se vê nele nada de gordura,não tem o corpo malhado,nem é musculoso,simplesmente muito forte. Eu quase nunca o via,trabalhavamos em períodos diferentes,e ele acertava os alugueis diretamente com minha esposa Giselle...
A mais ou menos 6 meses minha esposa começou a apresentar algumas transformações,tava mais alegre,muito mais descontraida,começou a me parecer até mais bonita,numa tarde de sexta-feira cheguei muito antes que o habitual,não eram ainda nem 15 horas,ela ficou surpresa,mas mostrou alegria em me ver,tava de um jeito diferente,meiga e carinhosa,vendo-a assim comecei a ver seus movimentos,apreciar mais seu corpo magro,mas algo ali estava mudando pra melhor,comecei a pensar em sexo,mas lembrei de quanto era necessário ficar namorando antes,em preliminares demoradas,até ela excitar-se e ter sua lubrificação para assim transarmos,mesmo assim tentei,e surpreso em poucos minutos eu tava com ela na cama,mesmo o dia estando bem claro,nosso quarto tava com a janela fechada e meio escuro,rapidamente eu tava enfiando meu cacetinho de 13 cm nela,outra grande surpresa,tava toda molhada e aberta,na primeira estocada que dei fui até os bagos nela,que delicia,ela gemia baixinho,bem gostosinho e seus quadris movimentavam-se em movimentos circulares,tava uma loucura,ela mesma começou a empurrar seus quadris de encontro ao meu pau que tava enfiado até a raiz nela e juntos gozamos maravilhosamente....
foi tão maravilhoso que nem me alonguei no assunto,senão poderia perder o encanto e estragar o momento,a noite,levei-a pra jantar no restaurante que ela mais gosta,e aquele final de semana foi ótimo...
Só fiquei encucado o porque dela estar tão diferente,muito mais tesuda,não precisava mais de preliminares,tava sempre pronta pra me dar...mas como eu reclamaria?tava excelente!!!
Uma manhã esqueci os documentos em casa e uma hora depois voltei pra pega-los,estavam no nosso quarto,entrei em casa e não vi Giselle,fui até nosso quarto e não a encontrei tambem,peguei os documentos que estavam ali e quando ia saindo escutei ruidos do lado de fora ,fiquei em silencio e escutei gemidos de minha esposa, que vinham da lavanderia,que é encostada ao quarto,olhei pela frestra da janela e fiquei pasmo,ela tava totalmente nua,debruçada no tanque com seu corpo bem branquinho,e James,aquele negão imenso enfiando seu cacetão preto nela que gemia gostoso na vara dele....quase desmaiei de tanta surpresa,minha cabeça ficou a mil,não sabia o que fazer,o negão era grande e forte demais,poderia me matar com um único soco,vi mais um pouco aquela enorme desproporção entre os corpos deles,ele tão enorme e forte e ela tão pequena e frágil,o cacetão preto não tava todo enfiado,tinha uma parte grande pra fora,muito grossa,e ela gemia sem parar....peguei os documentos e saí.... não conseguia pensar em outra coisa,tava nervoso,não consegui trabalhar direito,aquelas imagens não me saiam da mente,lembrei o quanto a buceta de Gieselle estava aumentada ultimamente,fiquei doido porque agora eu sabia o porque ela andava com a buceta toda molhada e aberta, tive medo que ele estivesse esporrando dentro dela,ela não usava anticoncepcionais,mil coisas me passavam pela cabeça,aquela sensação de que estava sendo traido,e com certeza a um bom tempo......resolvi então o que eu faria,eu não diria nada a ela do que vi,no outro dia eu iria falar pessoalmente com James pra esclarecer tudo....cheguei em casa no final da tarde ainda atordoado,não sabia nem como encara-la,lembrei das imagens daquela manhã e conflitava entre o sentimento de ser traído, e ao mesmo tempo, com aquela visão erótica do negão enfiando o pauzão nela e ela adorando....só sei que eu não disse uma palavra sequer à ela,levei-a pro quarto,tirei a roupa dela e a minha,pensei que ia dar uma surra de cacete nela,levei sim uma surra de buceta,e depois que eu gozei alucinado, ela pela primeira vez me chupou o cacetinho todo melado de porra deixando tudo bem limpinho....ela tava bem putinha e eu agora sabia bem o porque....
No dia seguinte antes de sair pro trabalho,sem que Giselle visse,toquei a campainha da casa de James, ele apareceu na janela e me fez sinal pra entrar,entrei,ele me estendeu a mão pra cumprimentar mas passei direto, e já fui dizendo que já sabia de tudo fui alterando a voz totalmente nervoso.....ele colocou sua mão enorme no meu peito me arrancando um botão da camisa e quase me sufocando foi falando
#(seu merda,tu tá na minha casa entendeu?...não vem dá pití aqui não....senão te parto a cara e te quebro alguns dentes, tá ouvindo?, se falar como gente podemos conversar,tu tá me entendo?)#
imediatamente baixei a bola,afinal, eu não poderia mesmo estar fazendo aquilo dentro da casa dele e com certeza qualquer confronto pessoal poderia ser fatal pra mim,tamanha a força daquele homem...me apontou uma poltrona pra eu sentar e continuou falando:
#(tu já descobriu tudo,tá bem então...mas se tu encostar a mão na tua mulher por causa disso te parto no meio,entendeu?...só tem uma pessoa culpada disso e vou te dizer quem é....é tu...tu mesmo....onde já se viu deixar uma mulher como a tua sem sexo durante semanas?....10 anos casados e nem a virgindade dela tu ainda tinha tirado direito....nem descobriu o quanto ela gosta de levar rola e o tanto que ela dá de prazer a um macho....ela é uma mulher honesta,caseira,sempre te respitou,mas diante de uma rola ela é uma putinha doce e deliciosa....faz uns seis meses fui na tua casa pagar meu aluguel,ela tava lá toda tristinha,como uma flor que muchou,todinha desanimada,perguntei se ela tava bem de saúde,se tinha problemas contigo,ela disse que tava tudo bem e aí não precisei pensar muito pra saber o que tava faltando pra ela....sabe o que fiz?,tirei meu cacete pra fora,como tou fazendo agora aqui na tua frente e falei,tu precisa de um desses bem duro, todo dia....mostrei e fui embora,não fiquei lá,não encostei um dedo nela....ela é muito bonitinha pra ficar daquele jeito.....no terceiro dia depois que fiz aquilo ela me chamou na tua casa pra trocar uma lâmpada pra ela,sabe o que ela me disse quando cheguei lá,que fazia 30 dias que voce não metia nela...trinta dias companheiro...e sabe por onde fui lá? pelo portão que tem entre os muros que dividem nossas casas,que voce mesmo deixou aberto e por onde entro, sem ter perigo de ser visto por ninguem, sempre que quero meter essa rola preta que voce tá vendo,dentro daquela gostosura)#
Fiquei sem ação,inerte,olhando aquele cacetão preto pendurado entre suas pernas,que mole era quase o dobro do meu quando tá explodindo de duro,e muito,mas muito mais grosso tambem....não tinha ainda absorvido tudo que ele falou,quiz retrucar dizendo que aquilo não poderia ser verdade,enquanto eu falava, o celular dele tocou,ele viu quem era e ligou o viva-voz,escutei uma voz feminina que imediatamente identifiquei,era minha esposa Giselle quem dizia:
*( tá demorando hoje meu negão,tou prontinha pra voce!!!)* e ele:
#(calma minha branquinha,teu macho já vai chegar,prepare-se que hoje tou com fome de ti)# e ela:
*(vêm minha loucura....hoje é sexta-feira,vou passar o fim de semana sem poder ter voce!!)*
ele desligou o celular,me olhou e me viu pasmo e boquiaberto, e me disse:
#(tu escutou companheiro??...sabe de quem é essa voz não é mesmo?....agora vai trabalhar....que sua esposinha tá querendo essa pica grande e grossa do negão dela... e eu vou dar pra ela tudo o que ela tá querendo,como tenho feito "TODOS" eu disse "TODOS os dias,ententeu bem?....sai pela porta da frente que eu vou pelos fundos da tua casa, assim ela não te vê saindo daqui....se quiser saber bem mais, vêm aqui amanhã que é sábado,e ela acha que não posso meter nela porque tu tá em casa...mas agora que tu descobriu tudo,vou fazer o que nunca fiz ainda,vou enfiar esse pauzão preto todinho no cuzinho dela, e vai ser na tua cama,na cama do corno onde ela nunca teve um macho de verdade....vou inaugurar tua caminha hoje....vou ficar lá até ela me servir o almoço.....se tu chegar um pouco depois das 13:00 vá direto pro seu quarto que tu vai encontrar a cama quentinha,vai sentir muito cheiro de sexo e de macho...ahhh,tu não esqueça de olhar o cusinho dela pra tu ver como se vicia uma femea a querer macho sempre....)#
sem conseguir emitir uma frase sequer,sai pela frente da casa como ele mandou,totalmente desnorteado,quase sem rumo,tinha que ir ao trabalho,pensava se não seria o caso de chamar a policia e flagrar o adultério,mas eu tinha mêdo dele e do escandalo que seria.....minha cabeça não conseguia esfriar....meus pensamentos fluiam à exmo,eu sabia que ele havia dito a verdade,tudo que ele falou batia,que começou a seis meses atrás,quando realmente fiquei mais de um mês sem foder Giselle,foi tambem quando ela começou a mudar de humor,pra muito melhor,quando sua buceta foi aumentando e tava sempre pronta pra foder,não precisava mais namoros e nem preliminares,ela só se impacientava um pouco, nos finais de semana,quando ele não podia ir lá em casa pra foder nela pelas manhãs....pensando sem parar uma ansiedade me consumia, naquele momento,ele tava na minha casa fudendo minha esposa na minha cama, e eu já nem sabia mais se isso era bom ou ruim,achava que devia estar com raiva de tudo,mas na verdade eu tava excitado, e muito, pensando naquele cacetão preto enorme entrando em minha frágil esposa,eu havia escutado a voz excitada dela ao telefone ao dizer que tava pronta esperando seu negão,descobri que estive excitado tambem, o tempo todo que ele me dizia tudo aquilo,principalmente depois que escutei Giselle clamando sua presença em nossa casa,e ele falou com todas as letras que tava fudendo minha esposa diariamente...que loucura...incrivel...mas era a pura verdade...
não deu pra ir pro trabalho com tantas coisas confusas na cabeça....só esperava ansioso as horas passarem...eu queria chegar e entrar em minha casa imediatamente após ele ter saído de lá.....eu iria sim, direto pro nosso quarto,era a única certeza que eu tinha naquele momento...
a estória tá ficando muito longa,termino em outro conto,serei o mais breve possivel pra continuar..

Um comentário: